Automações ajudam a enfermagem no combate ao COVID-19

Equipes de enfermagem têm apoio na coleta de dados e na tomada de decisão. Os dados podem ser previamente informados pelo próprio paciente, assim que decide ir ao hospital no portal da Mindify. O atendimento da equipe de enfermagem também é assistido por algoritmos de validação de dados e de otimização de protocolos de atendimento (processos) baseados em Inteligência Artificial.

Primeiro contato para coleta de dados

Ao chegar ao hospital o paciente informa um código único gerado pela Mindify ou seu CPF e caso tenha preenchido a pré-triagem online todos os dados serão automaticamente importados. Caso contrário, a equipe de enfermagem coleta todos os dados do protocolo de triagem com auxílio das telas fácies de usar da Mindify. 

Classificação de risco

A Mindify automaticamente analisa os dados e sugere uma classificação de risco em três níveis: 1) critério de inclusão negativo (baixo risco); 2) critério de inclusão positivo com risco moderado; e 3) critério de inclusão positivo com alto risco. Neste ponto, para encaminhamento do paciente, a enfermagem pode imprimir uma ficha de identificação com a classificação de risco ou todo o processo pode ser eletrônico, caso a equipe médica também utilize a Mindify ou um software gestão hospitalar previamente integrado.

Acompanhamento de tratamento domiciliar

Pacientes em quarentena podem ser monitorados pela enfermagem com facilidade  na media em que a Mindify seleciona os casos que precisam de atenção, tais como os casos que tenham complicações ou nos quais os pacientes deixem de notificar seu estado de saúde nos formulários da Mindify segundo o cronograma previsto no protocolo de tratamento. 

A critério do hospital, podem ser incluídos ou modificados quaisquer protocolos de interesse da equipe de enfermagem. Consulte condições.

Voltar para página do COVID-19