CEO da Mindify e gestores da Saúde discutem métodos para ajudar hospitais a inovarem em webinar gratuito

06.05.2019 15:46

Empresas da Saúde injetarão R$ 17 bilhões em inovação tecnológica no Brasil nos próximos dois anos, segundo a PwC. As mudanças já não estão no horizonte, elas já chegaram e podem transformar líderes de mercado em novas “Blockbusters”.

 

Todo esse investimento faz com o termo inovação esteja na moda, porém empresas da Saúde têm encontrado dificuldades de implementá-la. Há aqueles que não inovam pelos supostos riscos, enquanto outros alegam falta de tempo. A boa notícia é que os riscos podem ser ínfimos e o esforço pode ser muito reduzido com inovação aberta.

 

Na inovação aberta a instituição de Saúde se estrutura para receber inovações do mercado. Mesmo empresas Google, Apple e Samsung, que supostamente têm todos os recursos à disposição, aplicam inovação aberta por entenderem que o mercado é muito maior do suas próprias capacidades de inovação. Neste sentido, startups e laboratórios de inovação das universidades e até empresas consolidadas podem trazer ótimas alternativas de inovação prontas para revolucionar a operação dos hospitais.

 

No webinar “Quando 1% de risco mata 100% da inovação” um startupeiro, um consultor e um gestor hospitalar levantaram os maiores entraves para a inovação na Saúde, ponderaram seus riscos frente aos benefícios de curto e longo prazo e propuseram métodos realistas para que empresas de Saúde comecem a inovar já. Dentre os assuntos discutidos estão:


  • Papel das pessoas na inovação e como estimulá-las;
  • Exemplos de inovação de alto impacto, porém simples de executar;
  • Papel da concorrência no estímulo à inovação;
  • Técnicas para se começar a inovar nos hospitais;
  • Como não perder oportunidades de inovação com startups;
  • Como mitigar riscos e potencializar benefícios da inovação. 


Não deixe os incêndios do dia-a-dia transformarem sua empresa na próxima “Blockbuster”. Assista a gravação o webinar abaixo: 

Debatedores

  • André P. Ramos é mestre em Engenharia Biomédica pela UNICAMP e Engenheiro de Computação pela PUC-GO. Atualmente é CEO da Mindify e apoiador do IC&B. Na temática de inovação para Saúde, recebeu o Prêmio FINEP de Inovação e o reconhecimento oficial do Ministério do Esporte pelo potencial de suas inovações ajudar o desenvolvimento do Brasil. Também recebeu prêmios de inovação da Intel, Samsung, Roche e Unimed-BH. Currículo em: https://www.linkedin.com/in/andrepr/
  • Alex Lucena é formado em Marketing com especialização em empreendedorismo pelo MIT e é empreendedor digital em série. Foi sócio e fundador da EduWeb e da Affero Lab, hoje a maior empresa de educação corporativa do Brasil. Em 2015 fundou a 4H Tecnologia em Saúde, uma empresa de consultoria e de participação e desenvolvimento de Startups, ligada ao Laboratório de Engenharia de Software (LES) da PUC-Rio. Currículo em: https://www.linkedin.com/in/alexlucena
  • Haikal Yaspers Helou é médico e presidente da AHPACEG (Associação Dos Hospitais Privados De Alta Complexidade do Estado de Goiás), Presidente do Hospital de Neurologia Santa Mônica e Presidente da Câmara Temática de Saúde da ACIEG. Currículo em: https://www.linkedin.com/in/haikal-helou-79312696/